19 de abril de 2010

Um tanto quanto estranho,


esse tal de amor!
Esperamos a vida toda por um amor desses de filme, com a pessoa perfeita, de uma vida social boa, e que tambem nos corresponda. Mas com o passar do tempo vemos que não é bem assim, nos apaixonamos principalmente pelas pessoas 'erradas' pois não nos atraímos pelo obvio, nunca!
Sem perceber, ja estamos caindo de amor por aquele garoto mais lindo do colégio, que nem se quer sabe de nossa existencia, que pisoteia nosso coração. Ou nos sentimos terrivelmente tentadada, por aquele menino comprometido, enchendo nosso coração de falsas esperanças, fazendo que percamos o sono ao passar a noite toda sonhando acordada..
Aaaah, os amores platônicos, há quem diga que são os melhores, que acendem o fogo do nosso corção, que nos fazem sonhar, querer lutar, e correr atrás!
Existem os amores platônicos mais 'leves' que apenas a vergonha ou a insegurança o impedo de acontecer.. Esse, concerteza o mais lindo, amor de adolescente, sem maldade, apenas amores. Mas nem tudo são flores, imagine só você completamente apaixonada por um certo alguém que não esta perto de ti, que mora longe, mas que mesmo assim, preenche todo o seu coração com suas doces palavras, com sua voz, que ilumina seu dia com apenas um sorriso. Esse talvez seria o mais dolorido.. Mas TODA forma de amor vale a pena, pois é esse amor, surrado, mal-falado, desacretidato e tão tão raro amor que nos alimenta, e nos move. É por ele, que nos mantemos vivos até o fim.

2 comentários:

  1. Ahh,lindo '-' . Não tenho palavras que sejam lindas o suficiente para definir. ):

    ResponderExcluir